Maiara Possamai
03/10/2017 13h00

A vida de 3h em 3h

Dia de dividir um pouquinho da exaustiva rotina de papais e bebê.

A vida de 3h em 3h

É madrugada: Ela começa a resmungar, é a hora! Dá uma enroladinha, respira fundo, espreguiça na cama e levanta. Troca fralda, dá mama, faz arrotar - algo que pode levar dois minutos ou uma eternidade - faz dormir no colo - e dorme junto - coloca no berço, opa - ela acordou! Embala no berço, reza, pede a Deus pra fazer ela dormir. Ela continua com os olhos arregalados - aqueles olhinhos lindos que te cativam, mas que a essa altura já te deixam desesperada por ainda estarem abertos. Passa meia hora, uma hora, duas horas, nada... Quando os olhos finalmente se fecham, insistem em abrir de novo. Socorro!! Nessa hora o cansaço toma conta: 'daqui a pouco ela já vai querer mamar de novo e eu nem dormi ainda'. No meio do desespero, o marido acorda e te salva. Leva ela pra fazer dormir no colo - você já não tem mais forças pra isso.

Essa tem sido a nossa rotina aqui em casa. A Lara é um anjo, não posso reclamar! Mas agora eu entendo aquele conselho universal que ouvimos durante a gravidez: 'aproveita pra dormir'. O sono faz falta!

No início ainda não tínhamos uma rotina durante a madrugada. Às vezes trocava ela na cama, dava mama deitada, mas era tudo meio desajeitado e ainda acordava o Valter toda madrugada. Ele acorda cedo pra ir trabalhar, eu fico em casa. Não acho justo ter que acorda-lo também. Comecei a levantar com a Lara, trocar ela no quarto dela e ir dar mama no sofá, acho mais confortável assim. É que por mais cansativo que seja, eu sempre penso: é uma fase, vai passar e um dia vou sentir saudades. Então tento aproveitar esses momentos. Às vezes, não é fácil e realmente fico exausta, choro, penso que não vou aguentar. Mas logo passa!!!

Estamos há quase um mês nessa rotina - eu, o Valter e a Lara. E já descobri que aquelas 14 horas de trabalho de parto, assim como os nove meses de gravidez - tiveram um sentido: nos preparar, nos deixar mais fortes para tudo o que está por vir.

Agora, as nossas vidas que já foram contadas em semanas - durante a gestação - são contadas em horas, praticamente de três em três - a hora de trocar fralda, dar mama, fazer arrotar...

Nós sabíamos que não seria fácil - e não é! Mas quando nós três estamos juntos, tudo vale a pena. E eu sei que vai ser assim, pro resto das nossas vidas!

Continue acompanhando nossa rotina pelo instagram: @maipossamai

Os textos dos Blogs são opinativos e de responsabilidade dos autores. Não significa que a opinião expressada por eles seja a mesma do Grupo W3.

Recomendadas para você

Outras notícias