Rosane Machado
13/01/2020 11h23 - Atualizado em 13/01/2020 11h23

VELHA? NÃO! SELETIVA

Coluna Rosane, 13/01/2020

VELHA? NÃO! SELETIVA

Sair com meus cachorros me proporciona conhecer várias pessoas (com ou sem cachorros) e saber de várias histórias e pontos de vista, e de vida. Tem as pessoas que já se aposentaram, as que trabalham demais e arrumam uma folguinha pra uma caminhada... Também tem aquelas que eu não sei nadinha de suas vidas, porém, acostumei-me a vê-las e as cumprimentar.

E outro dia estava voltando pra casa e encontrei uma dessas. Estava muito quente, meio nublado e ela me perguntou se eu não gostava de praia. Não ia ali discorrer sobre meus 20 anos de Rio de Janeiro em que, num intervalo qualquer, eu corria pra praia. Não importava o dia e nem a hora.

Eu morava em Jacarepaguá e a ida para a praia era facilitada pela distância e pelos horários em que eu escolhia ir. Durante a semana era ótimo porque quase não havia movimento e NUNCA fui no horário do 'câncer de pele'. Claro que às vezes perdia a mão e quando chegava em casa e tomava banho, sentia arder até a cútis que eu ainda não possuía.

Então falei a ela que antigamente (nossa, dei-me conta da idade que tenho) eu até gostava, mas que hoje o simples fato de arrumar uma sacola, pegar o carro e partir em busca de uns centímetros de areia... já me dá uma preguiça e tanto. Penso em onde encontrarei um banheiro, um lugar legal pra fazer um lanche...

Entrar no carro e pensar que depois terei de lavá-lo pra não colecionar mais ferrugem do que tem... cansa-me absurdamente. E ter de catar areia? Prefiro aspirar os pelos de meus cachorros e a ração que fica espalhada por conta dos sacos pros que não são meus.

Dizem que o sol que tomamos na juventude fica acumulado em nossa pele e aflora como sinais e manchas... Se eu contabilizar os anos em que me expus ao astro rei, fatalmente serei confundida com uma onça pintada. E quantas 'pastas d'água' fiz pra aliviar o ardor e torcer pra não descascar? Contudo, era bonito chegar na segunda na escola, faculdade ou trabalho ostentando marcas de biquíni e queimaduras. Contava-se mil histórias e falava-se em táticas químicas pra se bronzear rapidamente e permanecer com a cor do pecado por mais tempo.

E daí que a tal moça, lá do início, que questionou-me sobre praia, disse-me que estava ficando velha, porque não tinha mais vontade de ir e se expor. Falei a ela que não éramos velhas, mas seletivas. Antes de gastarmos nossa energia e tempo, contabilizamos as vantagens e desvantagens de nos deslocarmos a um determinado lugar.

Tempo é uma coisa muito cara e paciência também. Ambos estão escassos no mercado. Até procurei no Google, Mercado Livre, OLX e Deep Web... Garanto a vocês que não encontrei nada, nem similares pra fazer com que minha seletividade diminua.

Quer receber notícias pelo Whatsapp? Clique aqui

Os textos dos Blogs são opinativos e de responsabilidade dos autores. Não significa que a opinião expressada por eles seja a mesma do Grupo W3.

Recomendadas para você

Outras notícias