Rosane Machado
10/09/2018 11h00

A FACADA E A INTOLERÂNCIA

A FACADA E A INTOLERÂNCIA

O voto é secreto, mas confesso a vocês que não tenho candidato. Não sei em quem votar porque é sempre assim: promessas, promessas e mais promessas... E quando eleitos? Nada fazem. Ah, mas podemos cobrar... e daí? Alguns (se não a maioria) continuarão a prometer e nada fazer.

Entretanto não vibrei com o tal atentando. Há pessoas que dizem que foi falso, outras dizem que o bandido não fez o serviço direito... Só lamento pela pobreza de espírito, pois prefiro time contrário em campo do que vencer por WO.

As pessoas estão portando sangue nos olhos e uma intolerância profunda no coração. Não respeitam nem uma postagem no facebook, por mais inocente que seja, imaginem só quando alguém se posiciona politicamente. Eu não me posiciono, porque meu partido é a pessoa, e justamente aquela que levantar a bandeira da causa animal e REALMENTE executar. Porque todos nós temos memória e conseguimos discernir os que querem realizar algo dos que são os oportunistas, os espertinhos de ocasião.

O ser humano critica e abomina ser criticado. Levanta o dedo para apontar o outro e julgá-lo menos que si mesmo. Dizer que algo que alguém faz é frescura sem ao menos ter consciência da sua grosseria e invasão de limites.

A etiqueta na rede existe... e não é de hoje. Lembram dos tempos de orkut? Desde os primórdios até hoje em dia, as pessoas postam em suas páginas, faces, perfis etc, o que pensam. Se você não concorda, ignore. Simples. A não ser que seja alguém muito 'curtido' e você ambicione seus cinco segundos de fama. Postar algo contrário pra causar... Mas causar o quê? Mostrar que não tem educação? Deplorável.

Cada um tem a sua opinião. Cada um tem seu gosto. Ainda bem que a vida não se resume a uma marcha de pinguins, apesar de muita gente querer ser igual a mais um monte... todavia, ter personalidade e bom senso é para poucos.

Se você defende uma causa e crê nela, vá em frente, mas não queira enfiar garganta abaixo da assistência. Eu defendo a causa animal e não quero que todos defendam, entretanto como envolve vidas peço: se não gosta, respeite o ser vivo que está ali na calçada não porque ele deseja, mas porque foi abandonado. Porque um dia foi filhote bonitinho e hoje é grande demais, come demais, ficou doente ou velhinho.

Um país em que crianças e idosos são abandonados, o que dizer de animais que não falam, apenas sofrem em silêncio ou são maltratados porque querem carinho de um passante?

A máxima persiste e continua 'na moda': trate o outro (humano ou não) como você gostaria de ser tratado. Tenha sua consciência tranquila de que você não aplaudiu um ato insano, mesmo que ele tenha sido direcionado a algum desafeto. Tema apenas por sua consciência e não por conta da Lei do Retorno. O que é feito por interesse não acumula pontos em lugar nenhum.

Os textos dos Blogs são opinativos e de responsabilidade dos autores. Não significa que a opinião expressada por eles seja a mesma do Grupo W3.

Recomendadas para você

Outras notícias