Rosane Machado
12/03/2018 09h25

SACRIFÍCIO DE CÃES E O FIM DA HUMANIDADE

SACRIFÍCIO DE CÃES E O FIM DA HUMANIDADE

Há muito que espero o fim dos tempos e agora, depois do episódio sem adjetivos da prefeitura de Igaracy na Paraíba, não sei por que o domingo amanheceu.

O episódio em questão foi veiculado pelas redes sociais e mostra que pessoas que nem deveriam ser chamadas de 'pessoas' simplesmente resolveram o problema dos animais pelas ruas: recolheram e mataram todos. Há algum tempo um certo alcaide, nosso conhecido, tentou fazer algo semelhante.

Não entendo como pessoas assim conseguem colocar sua cabeça no travesseiro, acreditar que serão felizes e que nunca nada de mal lhes acontecerá. Porque eu acredito na lei do retorno e quero assistir de camarote a derrocada de tanta gente espúria.

Com o provável surto de leishmaniose algo parecido está acontecendo. Quando que os cães têm culpa? São eles que jogam lixo em local indevido? Eles abandonam os pneus de seus carros e assim criam focos das larvas?

Como é fácil tirar a culpa de suas costas e procurar um bode expiatório! Como é fácil não criar uma política urbana decente, não ir atrás dos que se elegeram às custas dos animais e cobrar atitude...

Animais há muito que incomodam menos que gente. São mais fiéis, mais gratos, não nos trazem problemas, tiram-nos da depressão... acompanham-nos pro resto de suas vidinhas!

Quando um lojista da cidade tenta fazer algo bom pelos animais de rua, é apedrejado de críticas, tem de ouvir que há idosos e crianças que precisam de ajuda... Então, quem tanto critica que ajude.

Quem tem uma causa na qual acredita, abrace, vá atrás, porém a sua causa não é maior e nem menor que a dos outros. Cada um defende aquilo com que melhor se identifica. Contudo, jamais prejudique o voluntariado alheio.

Ver os tais representantes do povo anunciando as mortes dos animais lá na Paraíba doeu-me na alma, porque talvez as pessoas que defendem a causa não tenham acreditado que pudesse haver gente tão pobre de tudo!

Envenenar um animal, chutá-lo porque está na calçada, apedrejá-lo porque tem sarna... causa-me um asco tamanho que peço a Deus nunca presenciar uma cena assim.

Não queria hoje escrever um texto com esse tema. Entretanto não consigo esquecer as fotos, o vídeo e imaginar que muitos bichinhos estavam ali porque foram abandonados por tutores irresponsáveis.

Adoção é compromisso. É um ato por demais nobre pra ser praticado por esporte ou febre de momento.

Agora mesmo na sua rua deve haver um peludinho precisando de um lar, de água, de um pouco de atenção pra ter sua vidinha preservada e fazer certamente alguém feliz.

Os textos dos Blogs são opinativos e de responsabilidade dos autores. Não significa que a opinião expressada por eles seja a mesma do Grupo W3.

Recomendadas para você

Outras notícias