Rosane Machado
18/12/2017 13h30

Beleza exótica e elogios imbecis

Beleza exótica e elogios imbecis

Facebook está longe de ser o universo das sinceridades. Pessoas postam fotos em selfies duvidosas e colocam de legenda que estão feias, só 'prazamiga' dizerem o contrário. Ninguém em sã consciência, ou com o mínimo de ocupação, vai tirar fotinho mal tirada, sem nenhum efeito ou filtro pra ser avacalhado pelos 'reais e verdadeiros amigos'.

O problema é quando a moça não segue os padrões e é bonita sim! Ela pode não ser manequim 36/38, loira... os tais estereótipos dos ideais de beleza que vendem e nos enfiam goela abaixo. E daí? Pra mim há dois tipos de pessoas: feias ou bonitas. Se são feias eu não vou estar lá mentindo em suas fotos por questão de respeito e educação. E mais uma coisa: eu sou a detentora do absoluto conceito do 'feio'/'bonito'?

O que é feio pra mim pode ser bonito pra outra pessoa. Hoje tudo é relativo e achar que a criatura das revistinhas de produtos de beleza não tem nenhum retoque... é infantilidade demais. Lembro das fotos com as turmas de formandos que vejo na faculdade: tanto retoque que ficam sem expressão nenhuma!

Há também aquelas selfies com criaturas com olhares assustadores, tipo: 'eu vi a luz!' Fotos que devem ser evitadas de serem vistas à noite, porque podem resultar ou em insônia ou pesadelos.

Contudo, como já citei, tudo é relativo. Gosto não se discute, às vezes a gente lamenta, mas intimamente, porque não devemos passar recibo de mal educados!

Dizer que alguém tem uma beleza 'exótica' é o mesmo que dizer: olha, você é diferente e não sei dizer se é feio ou bonito. É que nem o lance da inveja, a chamada 'inveja branca'. Inveja é inveja, ué? Ou então dizer que a pessoa é bem 'bonitinha'.

Mas chamar alguém de exótico? Estou tentando aqui imaginar o que este adjetivo pode expressar realmente. Pra mim, exótico é algo esquisito, excêntrico, extravagante. Creio não haver nada alusivo à beleza em si.

Tentar rotular as pessoas, classificá-las, enquadrá-las é limitar o ser humano a apenas isto mesmo: rótulos. Daqui a pouco vão querer saber o prazo de validade das criaturas também.

Uma coisa eu asseguro, a minha paciência, por exemplo, tem prazo de validade e este extinguiu tem tempo. Quer dizer, 'apodreceu', escafedeu-se... e nem em mil anos luz será reencontrada.

Os textos dos Blogs são opinativos e de responsabilidade dos autores. Não significa que a opinião expressada por eles seja a mesma do Grupo W3.

Recomendadas para você

Outras notícias