Rosane Machado
16/11/2016 10h09

Ainda a Redação do ENEM

Ainda a Redação do ENEM

E muito se conjecturou a cerca do tema da redação do ENEM. Os 'grandes educadores televisivos', os 'professores youtubers' falavam em escassez de recursos hídricos, acessibilidade, inclusão. E ainda com ar de extrema sapiência (e presunção). Ah, ledo engano. O tema este ano foi 'intolerância religiosa'.

Na verdade, vivemos em um mundo intolerante: intolerância sexual, racial, cultural...Se alguém posta na rede social que gosta de azul, já criará polêmica com o povo que ama o amarelo.

Vivemos em um mundo de se vigiar o outro para ver o que ele faz ou deixa de fazer. No que ele crê ou não , se ele dá ou come... Um mundo em que se olha o vizinho e se esquece de si mesmo. O mundo que é postado e é vida, porque se não está na rede é porque não existe.

O mundo da aparência, das 'selfies sexy' ou em frente a um monumento para se mostrar não uma conquista, mas que se é descolado, rico, que viajou...

Agradecer a Deus por mais um dia ou semana é abrir o facebook para um sem número de pessoas que não têm a mesma fé que você, criticarem, ridicularizarem e até lhe excluírem (o que seria uma tremenda sorte). E um 'muito obrigado' caberia como uma luva. E olha que somos seres que temos uma diferença sensível dos animais: o senso de humor. Tudo é levado a ferro e fogo. Se você não é de uma 'denominação religiosa' não é por isso que você irá ridicularizar o outro ou colocá-lo como sendo inferior a você.

A intolerância surge até se você, por um infeliz acaso, posta uma foto com seu refrigerante preferido e recebe uma lavação virtual de pessoas que até o injetam na veia pagando de naturebas. Gente que diz que ele mata, dá câncer... E daí? Por que estas mesmas pessoas não se preocupam desse mesmo modo com as suas contas?

Não há apenas intolerância religiosa. Há também (e em grau absurdo) a intolerância com a alegria alheia. Não basta ser amargo no privado, tem de passar recibo na rede e ainda enviar recadinho bobo e mal educado 'in box'.

E aí que o ENEM nos surpreendeu. Nada de PEC, nada de impeachment, nada de desastre de Mariana. Intolerância. A abominação contra o diferente, o outro ponto de vista, a outra postura, a fé que difere da nossa...

Por um mundo com menos intolerância e muito mais diversidade. Seja ela qual for.

Porque o diferente nos faz pensar. O diferente faz com que avaliemos nossa condição e tenhamos certezas e incertezas.

O diferente nos tira da zona de conforto.

O diferente é uma bênção!

Recomendadas para você

Outras notícias