Depois do loteamento Paiquerê no Morro dos Conventos ser embargado judicialmente devido a alegação de problemas ambientais, foi realizada na noite de quinta, 30, uma audiência pública de iniciativa do Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA), com a participação de representantes do Ministério Público Federal, Polícia Ambiental, Administração municipal, Câmara de Vereadores, proprietários de imóveis e a empresa administradora do empreendimento.

O evento aconteceu no auditório do Hotel Morro dos Conventos, reuniu em torno de oitenta pessoas, e serviu principalmente para esclarecer os destalhes do projeto proposto pela empresa de consultoria que realizou o estudo de impacto ambiental da área.  Este estudo será analisado pelo IMA como requisito para a liberação da licença que servirá, inclusive, para destravar a decisão judicial que se arrasta por alguns anos. A expectativa é de que em sessenta dias saia a licença, segundo os técnicos do órgão.

O prefeito, Mariano Mazzuco, durante os debates, garantiu que o município não medirá esforços para contribuir tanto com as demandas dos proprietários dos imóveis, quanto com as exigências sugeridas pelo MPF. “Precisamos reconhecer a importância que o desenvolvimento desta região trará para o município e trabalhar para isso”, disse.

O vereador, Luciano Pires, que representa o bairro e compôs a mesa de autoridades representando o Legislativo se posicionou em favor dos moradores. O vereador, Marcio Tubinho, também estava presente. A Câmara de vereadores através do presidente, Daniel Viriato Afonso, acompanha a situação do empreendimento tendo participado algumas vezes de reuniões no IMA, MPF e com a Associação dos Moradores do Paiquerê para solucionar a situação da melhor maneira possível.

Toda a audiência foi gravada em vídeo, documentada e assinada a participação para encaminhar aos responsáveis pela análise da proposta. 

Quer receber notícias pelo Whatsapp? Clique aqui

Fonte: Assessoria de Imprensa