Luiz Carlos da Silva comercializa pipocas há 12 anos na esquina do Calçadão, no centro da cidade de Araranguá. Carlinhos, como é conhecido, aprendeu com o pai, José Farias da Silva, o ofício de fazer a melhor pipoca da região. Seu pai, exerceu a atividade de pipoqueiro durante 30 anos no mesmo local onde ele trabalha hoje.

Há três anos, o pipoqueiro participa do projeto “Amor Sobre Rodas”, uma parceria entre o 19º Batalhão de Polícia Militar de Araranguá, Secretaria Estadual de Segurança Pública e Associação Diácono Ademir Pereira de Abreu (Adapa). No último evento realizado no dia 14 de setembro, na Escola Básica Municipal Nova Divinéia, Carlinhos produziu e distribuiu, gratuitamente, cerca de 1 mil saquinhos de pipocas doces e salgadas, fazendo a alegria da criançada.

Receita de sucesso 

Como todo bom profissional, Carlinhos conta que há alguns truques na hora de prepará-la e é isso que faz a pipoca ser um clássico araranguaense. Mas quando o assunto é solidariedade, o lucro com o sucesso da receita é outro. “É uma grande satisfação participar deste tipo de ação social. Estive aqui nos anos anteriores e já confirmei minha participação de forma voluntária nos próximos anos”, finaliza.