De que forma celebrar os 10 anos de uma das instituições mais importantes para o sul do estado de Santa Catarina? A UFSC Araranguá optou por aliar pompa e simplicidade em uma Sessão Solene do Conselho do Centro de Ciências, Tecnologias e Saúde do Campus de Araranguá para marcar as celebrações de anos de história e conquistas. Para receber o evento, o local escolhido foi o auditório do Center Shopping, remetendo a integração entre universidade e comunidade, que é um dos pilares da UFSC através da extensão.

Na noite da última quarta-feira, 14 de agosto, autoridades da universidade, membros da comunidade araranguaense, docentes, servidores técnico-administrativos e alunos assistiram atentamente a sessão presidida pelo Reitor da UFSC, Senhor Ubaldo Cesar Balthazar. O evento foi marcado por homenagens, a primeira delas ao curso de Tecnologias da Informação e Comunicação, pioneiro no Campus. Representando o corpo docente e os estudantes, o coordenador do curso, professor Vilson Gruber fez um emocionado discurso e destacou a qualidade da graduação e a boa formação dos alunos de TIC. "É o curso do presente, será o curso do futuro. Foram 245 alunos de graduação formados, e mais 75 de pós-graduação. Tenho exemplo de alunos que viraram empresários na região e outros que estão trabalhando em grandes empresas do país”. Comemora Vilson.

Um evento deste tipo também se trata de um resgate histórico. Quem teve a missão de fazê-lo, foi o vice-diretor do CTS, professor Anderson Luiz Fernandes Perez. O docente da UFSC Araranguá mostrou, em imagens e dados, momentos marcantes da universidade, além de falar sobre seu sentimento em relação a UFSC. “Particularmente eu fico bastante emocionado em estar aqui falando para vocês, porque eu gosto muito do que eu faço, gosto muito de onde eu trabalho, devo tudo que tenho a universidade”.

Também foram lembrados os ex-diretores do Campus de Araranguá, os docentes Sérgio Peters e Paulo César Leite Esteves, além do atual diretor do Centro, professor Eugênio Simão, que receberam um quadro alusivo às comemorações dos 10 anos, da mesma forma entregue aos ex-diretores administrativos e acadêmicos do Campus, aos representantes docentes, discentes e servidores técnico-administrativos. A atual diretora administrativa, Cibeli Borba Machado destacou a importância destas categorias na manutenção e evolução da instituição. “Quando eu penso nestes 10 anos passa um filme na minha cabeça, assim como eu imagino que passe na de muitos colegas. Neste tempo tivemos muitos personagens: professores, técnicos e alunos. Cada um deles deixou sua marca na construção da história deste Campus”. Já o diretor do CTS, Eugênio Simão, pontuou o apoio da comunidade universitária e da região de Araranguá. “Hoje estamos passando por um momento de falta de recursos, mas graças aos esforços de todos que estão aqui hoje, e de quem constrói esta universidade, estamos conseguindo avançar neste momento. A construção é todos.” Completa Simão.

A cerimônia ainda contou com a apresentação do grupo Stacctato, um projeto de extensão formado por membros da comunidade universitária que se reúne para praticar a arte musical e fazer apresentações na universidade. E para encerrar a sessão, o reitor da Universidade Federal de Santa Catarina, professor Ubaldo Cesar Balthazar, lembrou que o Campus de Araranguá tem uma grande importância em sua vida. “O Campus Araranguá tem um cantinho reservado em meu coração. Eu considero a segunda cidade da minha vida. A primeira é Siderópolis. Depois tem Araranguá, que é a cidade de meus pais. Pra mim é uma satisfação muito grande falar aqui nessa cidade que remete a minha história, ao meu passado e hoje ao meu presente.” Finaliza o Reitor.

O mês de agosto marca os 10 anos da UFSC Araranguá, porém as comemorações seguem até o final do ano de 2019. Alguns eventos estão sendo planejados visando a integração da universidade com toda a comunidade do vale do Araranguá.

Fonte: Assessoria de Imprensa