Um dos principais assuntos dos últimos dias foi a suposta indicação da Associação Empresarial de Araranguá e Extremo Sul Catarinense a nomeação do novo diretor de Indústria e Comércio para a prefeitura de Araranguá - que gerou polêmica por se tratar do sobrinho do vereador Jorge Luis Pereira, Fabrício dos Santos Segundo. O prefeito, Mariano Mazzuco, teria afirmado que a entidade teria envolvimento com a escolha. Na noite da última sexta-feira, 7, a ACIVA emitiu uma nota oficial em seu site, esclarecendo que não há qualquer relação com o fato. Confira na íntegra:

"A ACIVA – Associação Empresarial de Araranguá e Extremo Sul Catarinense, vem esclarecer alguns fatos, especialmente com relação a indicação de um diretor de indústria e comércio para a Prefeitura de Araranguá, assim como um projeto que estabeleça a parceria entre a nossa entidade e o Paço Municipal.

A ACIVA vem sendo muito questionada sobre a indicação de um diretor de indústria e comércio para a Prefeitura de Araranguá. Depois de consultarmos todos os nossos diretores, chegamos a conclusão de que a ACIVA não foi procurada para tratar sobre a nomeação, conforme foi afirmado por autoridades políticas tanto em entrevista a Rádio Araranguá, quanto em manifestações em redes sociais.

Ressaltamos que sempre apoiamos iniciativas nesta área e não mudamos o nosso posicionamento, desejando sucesso ao novo diretor. Apenas não participamos de discussões sobre nomeações para a pasta.

A ACIVA ainda foi citada como parceira na implantação de um projeto junto com o Sebrae. O nome deste projeto é “Cidade Empreendedora” e a entidade buscou a administração municipal para pleitear a implantação do programa na cidade. Durante as tratativas, fomos notificados pelo Poder Executivo da falta de condições de disponibilizar um servidor para a aplicação do projeto. A ACIVA reitera que, até o presente momento, não retomou tratativas com a Prefeitura de Araranguá para a implantação do programa".