Em alguns bairros e parte de centro da cidade, muitos perceberam um forte odor que está no ar, por esses dias. Por muitos não saberem a origem do fenômeno, quem trouxe esclarecimentos sobre o fato é o diretor de Agricultura do Governo do Município, Weliton Pereira. “Este odor sentido nos últimos dias é devido a distribuição de adubo orgânico nas terras que estão sendo preparadas para o plantio”, explicou.

O adubo é “produzido” nos aviários. Os criadores de frango usam maravalha para forrarem o piso das granjas onde são criados os frangos. Depois de um período, as fezes com a maravalha e o pisar dos animais, forma um composto orgânico dentro dos criatórios. De tempos em tempos, o produtor retira esta “cama” que é removida e posteriormente vendida como adubo natural.

O diretor explicou que devido ao solo na nossa região ser arenoso, os nutrientes do terreno muitas vezes são levados facilmente com as chuvas. Com o adubo natural a terra recebe uma camada orgânica consistente que fortalece o solo para receber a próxima cultura.

Os produtores estão preparando a terra para o plantio de pastagens, mandioca, milho e hortifrutigranjeiros, entre outros. Weliton ressalta que como a região é agrícola, “este período de adubação é temporário e ocorre esporadicamente”, finalizou.

Fonte: Assessoria de Imprensa