Se os serviços de telefonia e a cobrança de seguro não autorizado em conta corrente, lideram as reclamações dos consumidores junto ao PROCON, uma segunda modalidade está tomando corpo nas reclamações ao órgão.

Os descontos de associações, direto no benefício dos aposentados, já aparecem invictos na segunda posição. Segundo a coordenadora, Cristiana Rizatki aposentados que recebem pelo INSS, muitas vezes não se dão conta que recebem valores a menor do que o benefício estipula. E isto acontece porque há muitas associações e sindicatos fora do estado, como Brasília, São Paulo, que descontam contribuições direto no benefício.

“Essas contribuições não são autorizadas, e muitas vezes o beneficiário não sabe nem da existência destas cobranças. São descontadas indevidamente. Os beneficiários devem se dirigir ao PROCON para que possamos pedir o cancelamento e na maioria das vezes, conseguimos o estorno deste valor que foi descontado”, salientou.

Outra dica da diretora do Programa é que o aposentado confira no seu extrato o que está sendo descontado para não ser lesado. Há quem pense que alguns destes descontos são taxas de banco, quando na verdade são cobranças indevidas. Um exemplo é aparecer no extrato as siglas “deb AT Con” mais o valor. Qualquer suspeita o aposentado deve procurar o órgão de defesa do consumidor.

Para mais informações e sanar dúvidas entre em contato com o PROCON de Araranguá, fone: 3521 0945 falar com a Cristiana.

Fonte: Assessoria de Imprensa