Acadêmicos da Pós-Graduação em Energia e Sustentabilidade e da graduação em Engenharia de Energia e Engenharia Florestal participaram do curso de extensão “Study and traineeship opportunities: focus on Germany” que foi ofertado entre 21 e 28 de fevereiro, pela Universidade Federal de Santa Catarina, na Unidade Mato Alto, do Campus de Araranguá.

O curso foi ofertado sem custos para a comunidade interna e externa e faz parte das estratégias da pró-reitora de extensão e da Secretaria de Relações Internacionais de promover a prática do idioma inglês no ambiente universitário. Esta foi a terceira vez que o curso foi ofertado. A primeira oferta ocorreu em agosto de 2017, e a segunda em fevereiro de 2018. O programa está dividido em três grandes eixos: país e cultura, vida de estudos e social e mercado de trabalho.

A ideia de desenvolver e ofertar um curso que tem como temática tratar sobre oportunidades de estudo e estágio com foco na Alemanha partiu da professora Kátia Madruga, que realizou estudos e morou em Bonn, Bremen e Stuttgart e desenvolve projetos com o país. O curso foi organizado em conjunto com Lutz Michaelis que apoia projetos executados pela UFSC em parceria com Organizações Não Governamentais Germânicas, a Plant for the Planet e a Técnica Sem Fronteiras. Lutz é alemão e realizou sua graduação e mestrado nas cidades de Darmstadt e Rottenburg am Neckar, respectivamente. Para ampliar as informações sobre a experiência de estudar no exterior o curso contou com a participação do acadêmico Gustavo Leme que compartilhou com os estudantes informações sobre o período em que realizou parte da sua graduação em Engenharia de Energia no Canadá.

Apesar do foco do curso ter sido a Alemanha, também foram passadas várias dicas sobre como preparar-se para estudar, realizar estágio ou um voluntariado no exterior. Além disso, a proposta foi motivar os participantes a desenvolverem o espírito de viajante ou cidadão do mundo. No final do curso os acadêmicos relataram que acharam muito interessantes e produtivas as trocas de experiências e a oportunidade de praticar inglês num ambiente que permite tentativa e erro, e, portanto, muito aprendizado. A qualidade dos conteúdos apresentados e a iniciativa da UFSC de incentivar a prática de idioma estrangeiro foram elogiadas pelos participantes.

Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina