E o Natal foi inovador na Escola Isolada Municipal Itoupaba, em Araranguá. Através de um projeto das professoras Sanai Mezari Preis e Jéssica Mota Pereira Sabino, os alunos fabricaram este ano, biscoitos de Natal decorados.

Trabalhando em Araranguá e moradora do município de Nova Veneza, a professora Sanai revelou que naquela região, devido a colonização alemã e italiana, é tradicional a confecção destes biscoitos no mês de dezembro.

“Foi aí que tive a ideia para confeccionar com as crianças para que elas também levassem para suas casas. Combinamos com elas que na hora de consumir era importante a reunião da família”, explica.

Outro aspecto trabalhado e que não estava no projeto é a intolerância aos alimentos. Como há crianças com intolerância ao ovo e ao leite, foram fabricados biscoitos com dois tipos de massas para que todos pudessem consumir. Ao todo, foram produzidas 320 bolachas, sendo que cada aluno levou para casa uma embalagem com oito unidades.

A professora Jéssica revela que, num primeiro momento, todos fizeram os biscoitos e depois cada um decorou do seu jeito com chantilly. “A ideia era que os alunos promovessem a partilha e a importância deste laço com o verdadeiro sentido do Natal”, frisou.

Segundo as professoras os alunos ficaram encantados. Na redação de final de ano muitos comentaram sobre a produção dos biscoitos, do sentido do Natal e o amor; questões que foram trabalhadas em todos os momentos do projeto.

“Para o próximo ano o pensamento será maior. Este ano foi para as famílias, no próximo Natal pensamos em visitar um asilo, ou outro lugar para fazermos a distribuição”, concluiu a professora Sanai.

A escola Isolada tem um quadro de três professoras e 40 alunos do primário ao quinto ano.

Fonte: Fernando Duan