Na última semana a reportagem do Grupo W3 foi procurada por algumas mães preocupadas com uma informação que circulava nas redes sociais: de que, a partir de 2019, a idade máxima aceita nos Centros de Educação Infantil do município de Araranguá seria de três anos, não mais de cinco anos como é hoje.

A imagem que estava circulando na internet afirmava que a partir do ano de 2019, crianças acima de três anos seriam matriculadas em escolas municipais, onde poderiam estudar somente meio período, o que causou revolta em muitos pais.

A fim de esclarecer a situação, a reportagem do Grupo W3 entrou em contato com a secretária de Educação, Ariane Almeida. Segundo ela, a informação não procede. “Estes rumores não são verdadeiros, nós vamos permanecer com as mesmas turmas que estávamos no ano anterior. Os Centros de Educação Infantil não irão sofrer qualquer tipo de mudança e nós vamos continuar fornecendo toda a educação infantil. É evidente que existem alguns Centros que não possuem todas as séries, mas isso já vem de alguns anos e nós não vamos mexer com a organização atual”, finaliza.