Um fato chocou os moradores de Maracajá, segundo informações, 10 animais foram envenenados na madrugada de quinta para sexta-feira, 20, na área central do município. Os animais foram encontrados no começo da manhã e a vigilância sanitária foi acionada.

Um grupo de proteção animal, onde Géssica de Medeiros, é membro, encontrou os animais mortos. “Eu tenho um grupo de amigos que visa proteger animais em Maracajá e não é a primeira vez que encontramos animais envenenados em vias públicas, isso acontece periodicamente e nos deixa preocupados. Inclusive já fizemos diversos pedidos para a realização de castração na cidade, mas até o momento não recebemos respostas”.

A Vigilância Sanitária de Maracajá foi ao local, confirmou os envenenamentos e realizou o recolhimento dos animais. “Nós recolhemos apenas dois animais mortos e um terceiro ficou aos cuidados de um morador, isto foi o que verificamos”, afirma o coordenador do Setor, Carlos Fernando Costa.

As suspeitas dos moradores é que os animais tenham sido intoxicados por chumbinho, que apesar de ser ilegal é facilmente encontrado. O envenenamento é previsto na Lei Federal nº. 9.605/98, em seu artigo 32, e pode ser condenado à pena de três meses a um ano de detenção e multa.

Medidas devem ser tomadas

Procurado, o diretor de Saúde, Diogo Copetti, afirmou que ano passado o paço municipal abriu duas licitações para a castração em Maracajá e nenhuma empresa se prontificou. "No ano anterior abrimos duas vezes um processo licitatório, neste ano, estamos refazendo todo o processo licitatório e esperamos que nesta terceira oportunidade alguma empresa participe”.

O diretor também comenta sobre as investigações das mortes. “Temos interesse em investigar estes casos junto da polícia para resolver esta situação da melhor maneira. Acredito que eles irão resgatar as imagens nas câmeras de segurança da região para identificar o culpado dessa crueldade com os animais”, afirma.

Na última semana casos semelhantes foram registrados em Içara, Jaguaruna e Balneário Rincão, somando cerca de 50 mortes de animais por envenenamento.

Fonte: Fotos: Thalia de Souza