A partir de agora, a região do Extremo Sul Catarinense é referência quando o assunto é meteorologia. Além do Radar Meteorológico, na tarde desta quarta-feira, 28, foi inaugurado em Araranguá o Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cigerd). O centro integrado visa, dentro de um projeto em parceria com Estado, atender a Defesa Civil de forma regional, com equipamentos que permitem videoconferências com o Cigerd de Florianópolis.

A abrangência do Centro será de 15 municípios do Extremo Sul de Santa Catarina, além de outros 20 pontos espalhados por Santa Catarina. Fazem parte do projeto a criação de planos de contingência, planos de ação emergencial, planos de evacuação, alerta e alarme, planos de ação coordenadas e os próprios planos diretores. “Não só em eventos de ordem meteorológica, mas a atuação do Cigerd será feita em qualquer situação que exponha a população a riscos, como por exemplo uma epidemia do Aedes Aegypti”, explica o secretário der Estado de Defesa Civil de Santa Catarina, Rodrigo Moratelli.

Ele explica que a partir de agora, importantes decisões devem ser tomadas aqui em Araranguá. “A intenção é de que em situações de risco os tomadores de decisões do Estado venham para a Cigerd Araranguá, e aqui passe a ser uma sala de situação onde irá ser acompanhada de forma mais intensa a questão regional do possível evento crítico. Além da prevenção e capacitação para lidar com situações de riscos, o Centro agirá posteriormente as situações de crises para ajudar a região a se reestabelecer, atuando em um ciclo completo”, finaliza.