Ela corta três bairros da cidade, tem dois nomes e mais de 2,6 km de extensão. Nos bairros Coloninha e Urussanguinha é chamada de Expedicionário Iracy Luchina e no bairro Alto Feliz de Rui Stockler de Souza. Independente do nome e do bairro que esteja, a via é uma das mais movimentadas da cidade, possui não apenas muitas residências e comércios, mas também repartições públicas importantes como o Samae, a Câmara de Vereadores, a Estação de Tratamento de Água e ainda o Açude Belinzoni. Além disso tudo, todos os pontos têm algo em comum: a má condição de conservação. 

Cansados da realidade enfrentada desde que a obra foi inaugurada, os moradores da rua Iracy Luchina, no bairro Coloninha, se mobilizaram para buscar melhorias. Há alguns meses, eles organizaram um abaixo assinado reivindicando a construção de dois quebra molas. "Conseguimos coletar um número bem expressivo de assinaturas. Chamamos o secretário de Obras e o vereador Tano para fazer a entrega do documento e reivindicar a realização da obra. Ambos se comprometeram em viabiliza-la, mas até agora nada foi feito", explica Eliete, que além de morar na rua há mais de 40 anos, também possui comércio no local.

Segundo ela, a única vez em que a estrada esteve em boas condições foi em sua inauguração. "Os primeiros buracos apareceram e nada foi feito. Depois disso, foi uma multiplicação de buracos e muitos transtornos", afirma.

Ainda segundo a moradora, apesar dos buracos, os motoristas trafegam por ali em alta velocidade e, por isso, a solicitação dos quebra molas foi feita. "Nós pedimos a instalação de duas lombadas físicas, mas fomos informados de que seria possível fazer apenas uma. Além disso, também precisamos que as faixa de pedestres sejam pintadas. Esta rua está cada vez mais perigosa", destaca.

Obra será feita

De acordo com o secretário de Obras de Araranguá, Luiz Celso Frigo, a lombada física será implantada. "Estamos desenvolvendo o projeto, inclusive com dados bem específicos, como a quantidade de veículos que circulam pela via. Após a conclusão do projeto, deveremos ir atrás dos recursos para a construção", explica.

Ainda de acordo com o secretário, apesar da solicitação da população, a implantação de dois quebra-molas tão próximos seria inviável. "Este quebra-molas será implantado entre as ruas Amaro José Pereira e Regimento Barriga Verde, próximo à farmácia", afirma.

Já quanto à revitalização da rua, o secretário disse que ela é uma demanda da secretaria. "A questão é que esta rua requer uma drenagem. Então é preciso tirar a camada existente, fazer a drenagem e depois aplicar uma nova camada de asfalto. Será uma cara, por isso, não temos previsão para realizá-la", finaliza.

Fonte: Fotos: Michelle Oyah