A responsabilidade socioambiental deve ser estimulada desde cedo, por isso, nesta terça, 21, os alunos da Escola Castro Alves participaram do ato inaugural do projeto de autoria do presidente da Câmara, Daniel Viriato Afonso, com a coautoria da estudante, Julia de Moraes dos Santos, que permite o plantio de mudas de árvores em diversos locais da cidade.

A primeira ação aconteceu no canteiro central da Avenida Engenheiro Mesquita, próximo ao Batalhão da Polícia Militar, onde concentra-se uma ação da Fundação Ambiental do Município de Araranguá – Fama, que é parceira do projeto e supervisionou o plantio das mudas de Ipê – árvore símbolo do município e que substituirão os pés de Jamelões plantados no local e que estavam gerando diversos problemas para a segurança dos motoristas que lá transitavam. “Optamos por esta espécie por ser nativa e ser de fácil manutenção. Os próprios moradores e alunos demonstraram interesse e ajudarão cuidar”, comentou o superintendente da fundação, Luiz Leme.

O local foi mapeado pela Fama, responsável por supervisionar as atividades dos alunos neste sentido conforme a orientação da Lei, e antes dos plantios serem realizados, os técnicos da fundação ministraram diversas palestras ao longo do dia para as crianças da escola tratando da questão da responsabilidade com o Meio Ambiente, a importância de arborizar a cidade, conscientização sobre lixo e saneamento básico. Além disso, foi demonstrado passo a passo o processo de plantio de uma muda de árvore e seu cultivo. "Precisamos ter consciência, pois o meio ambiente está alterado e não estamos isentos de sofrer com isso”, foi um dos alertas feitos às crianças pelo biólogo, João Rosário. Também participou das palestras o engenheiro agrônomo, Eulinor Silva. “Foi muito importante participar deste momento e conscientizar os alunos da sua contribuição com o Meio Ambiente”, acrescentou.

O presidente da Câmara, Daniel, participou das palestras e explicou os detalhes do projeto, agradecendo a participação de todos, a colaboração da Fama e dos professores da escola. “É gratificante ver uma ideia surtir bons efeitos, contribuir na formação destas crianças e ajudar no embelezamento de nossa cidade. Tomara que perpetue”, disse.

Entenda o projeto

Aprovado no mês passado, o projeto intitulado “Júlia de Moraes dos Santos”, que leva o nome da estudante da escola Castro Alves de apenas 11 anos, começa vigorar no município de Araranguá. A Lei institui o plantio de mudas de árvores em locais ociosos da cidade pelos alunos de escolas municipais e estaduais com apoio e supervisão da Fundação Ambiental do Município de Araranguá – Fama. A ideia nasceu de uma conversa do presidente da Câmara de Vereadores, Daniel Viriato Afonso, com a pequena Júlia, que demonstrou preocupação com o embelezamento da cidade e a contribuição que as crianças poderiam dar a ela.

As escolas que queiram participar do projeto, podem solicitar na Fama a sua colaboração. Qualquer informação também pode ser solicitada na Câmara de Vereadores. “Seria interessante que mais escolas participassem. Os alunos da ação de hoje demonstraram muito interesse em colaborar e isso deve ser incentivado para todos do município”, finalizou, Daniel.

Fonte: Morgana Daniel