Com papel importante para a cidade, a Associação do Calçadão de Araranguá está fazendo um belo trabalho com relação às necessidade do local. Cobranças sobre limpezas, cuidados, fiscalização, são algumas das ações da associação, que zela pelo calçadão.

Há alguns anos a revitalização do calçadão é debatida. O espaço, que é muito utilizado pela população precisa ser mais atrativo e melhor cuidado. O assunto foi uma das pautas da reunião da associação, que se reuniu na noite desta quinta-feira, 19, no auditório da CDL.

O secretário de planejamento da prefeitura, Fernando Serrano, explicou aos presentes que a revitalização está próxima de se tornar realidade. "A prefeitura está em contato com a CDL e com a Associação do Calçadão desde o início do ano, estamos elaborando o projeto de revitalização. Até agora, fizemos várias reuniões, debatemos muito o tema, levamos em consideração as reivindicações que as entidades nos passaram. Questões de estacionamento, trânsito, logística, paisagismo foram muito discutidas. Fizemos um levantamento, que fez parte do termo de referência no qual licitamos o projeto. Foi feito um edital modalidade pregão, com tudo o que é necessário para executar a obra. A empresa que venceu é de fora e iniciou os trabalhos do projeto em setembro e agora estamos finalizando o anteprojeto", relata.

Serrano ainda destaca que já foram realizadas 13 reuniões com a empresa. "Visitamos um calçadão em outra cidade, para que a empresa que venceu se inspirasse naquele modelo, para que a gente siga aquela tendência, se adequando as possibilidades de Araranguá. Fizemos enquetes para saber o que o pessoal precisa do calçadão. Num primeiro momento ele não será completamente fechado, porque o momento não permite, mas ficará preparado para ser fechado futuramente, caso necessário. Definir o futuro do Centro é uma grande responsabilidade, estamos fazendo o possível para não errar. Vamos diminuir o número de vagas de estacionamento, e transformar em duas mãos o tráfego. O Calçadão funcionará no mesmo plano, terá instalações subterrâneas, outro paisagismo e área de lazer diferenciada. No primeiro projeto terá a projeção de uma cobertura central e duas nas pontas", ressalta.

Uma reunião será realizada na tarde desta quarta-feira, 20, para apresentar para a Associação como está o anteprojeto e que mudanças estão previstas.

Artesãos querem espaço

A diretora de Cultura, Micheline Vargas de Matos Rocha, aproveitou o espaço para conversar sobre o calçadão e fazer uma solicitação. "Temos vários projetos para utilização do espaço, temos ideia de um projeto para utilizar as vitrines do calçadão e contar a história do próprio calçadão, das lojas, enfim, utilizando as vitrines como se fosse uma galeria de arte. Estamos à disposição para organizar esta proposta. Mas o que vim pedir hoje é pelos artesãos da cidade. Represento também este grupo e eles expõe seus trabalhos nos dois primeiros sábados do mês. Gostaria de pedir para fazermos uma reunião, para que a gente possa conversar e se adequar. Eles querem mais espaço, e estou propondo um diálogo para que a gente possa fazer algo bom para todos", afirma.

A Associação ficou aberta para conversar sobre o assunto e descobrir a melhor maneira para que todos fiquem satisfeitos. Uma reunião entre departamento de Cultura, Associação e prefeitura será realizada. A Associação apoia o trabalho dos artesãos, a dificuldade é com os ambulantes que aproveitam o espaço.

Prestação de contas

Para finalizar a reunião, foi apresentada a prestação de contas, os números do ano passado e deste ano.

Também foi feita uma projeção dos próximos meses. "Precisamos nos esforçar e não desistir. Nosso papel é muito importante e cuidar do calçadão é nosso papel. Precisamos conquistar mais associados, para podermos realizar ainda mais", destaca a presidente da Associação do Calçadão, Diane Scaini.

A Associação se reúne todas as quartas-feiras pela manhã. Lojistas e proprietários contribuem com uma mensalidade. O dinheiro arrecadado foi utilizado para fazer a árvore de Natal no ano passado. Este ano, a decoração também ficará sob responsabilidade da entidade. Além disso, cobranças como limpeza do calçadão, podas de árvores, fiscalização, quem solicita, cuida e faz a cobrança para a prefeitura são os membros da Associação. "A diretora de Turismo, Helen Becker, entrou em contato conosco há três meses para falar sobre o Natal Verão. Será feita iluminação na entrada da cidade, Centro, praça, calçadão, ruas ao redor e algumas no Morro dos Conventos. Assumimos que faremos a decoração do calçadão. Contratamos uma decoradora que vai nos auxiliar a utilizar o que temos e fará também coisas novas, algumas ideias do que tivemos ano passado foram aprimoradas e serão utilizadas este ano", explica.

Outra reunião será realizada para definirem o horário de trabalho do comércio na época do Natal.