O bazar beneficente promovido pelo Angeloni dia 7 de outubro, em Araranguá, rendeu R$ 35.385,00, valor entregue a Edoir Mota, presidente do Lar Beneficente São Vicente de Paulo, que há 38 anos abriga cerca de 40 idosos. 

As filas para o bazar começaram já na noite anterior, às 22h, os portões foram abertos às 7h e a entrega de senhas começou às 8h. Durante quase todo o dia, grande número de pessoas passaram pelo local. O dinheiro será utilizado, segundo Edoir Mota, no projeto de ampliação da entidade, que visa aumentar em oito leitos a capacidade de acolhimento de idosos. “Nós só pensamos em nos doar e ajudar sem esperar qualquer retorno”, afirma.

Promovido uma vez por ano em cidades diferentes, sempre com o intuito de auxiliar entidades beneficentes, o bazar oferece  produtos com pequenas avarias, não comercializados em loja, mas com condições de uso e descontos que chegam a 70%. Com isso, entidades das cidades onde o Angeloni está presente, recebem o montante apurado, que pode ser destinado, desde a necessidades básicas de cada instituição, como a algum investimento mais urgente. “Esse foi o maior valor que já recebemos através de campanha promovida por um parceiro”, comemora Mota.

Realizado no estacionamento coberto da loja do Angeloni de Araranguá, o bazar deste ano comercializou uma variedade grande de itens, como artigos de cama mesa e banho, louças, panelas, plásticos e brinquedos, entre muitos outros. Foram produtos recolhidos em todas as 27 lojas da rede em Santa Catarina e Paraná, que apresentavam pequenas avarias, leves aranhões, jogos incompletos ou que tiveram a embalagem danificada.

Fonte: Denise Christians