A Associação Empresarial de Araranguá e Extremo Sul Catarinense – Aciva, celebrou nesta quarta-feira, dia 12 de julho, o que considera uma importante vitória da sociedade e da classe empresarial. A aprovação, por 50 votos a 26 no Senado Federal na noite da última terça-feira, dia 11, traz uma nova relação de trabalho entre empregador e empregado.

Segundo o presidente da ACIVA, Beto Rizzotto, a reforma é uma importante conquista, que vai desengessar o mercado brasileiro. “Esta reforma é uma luz para o cenário econômico do pais, que tende a crescer a partir de agora, com a geração de novos empregos”, apontou.

A entidade lembra que os direitos trabalhistas não serão retirados, como décimo terceiro, férias de 30 dias e descanso semanal. “Estes direitos serão mantidos, sendo que a reforma trabalhista vai servir para flexibilizar as negociações e dar mais segurança jurídica, tanto para as empresas, quanto para os empregados”, comentou.

Ainda segundo Rizzotto, o próximo passo para tornar o Brasil um país que acolhe o empreendedorismo é fazer uma desburocratização. “Agora, o ramo empresarial tem que pressionar a classe política por uma verdadeira reforma tributária”, concluiu.

Fonte: Multi Comunicação