"Todo artista tem que ir aonde o povo está" - a máxima de Milton Nascimento, imortalizada em uma de suas mais belas canções, simboliza o sonho de todo artista: ser visto, conhecido e ter suas obras reconhecidas.

Foi pensando em trazer projeção aos artistas locais e dar ao público a oportunidade de conhecer - e apreciar - suas obras, que a Diretoria de Cultura de Araranguá fez uma parceria com o Center Shopping Araranguá, que até o dia 06 de julho, estará expondo as obras dos artistas plásticos araranguaenses Willian Pereira Heleno, Juliano Ferreira Mattos e Alex Santos.

"O shopping já é conhecido pelos grandes movimentos culturais. Recebemos o convite da administração para a exposição de Nova Veneza que está acontecendo lá, e nesse encontro, houve um acordo na cessão do espaço do shopping gratuitamente para a exposição dos artistas locais", explica a diretora de Cultura, Micheline Vargas de Matos Rocha, que diz que tanto para o artista quanto para o público, a oferta do shopping representa uma grande contribuição e compromisso com a cultura da cidade. Para Micheline, conhecer de perto os talentos artísticos escondidos nos bairros da cidade, e que antes não tinham a visibilidade do público, é uma ação gratificante, da qual ela faz questão de ajudar a construir.

"Fico muito feliz em estar com meus colegas artistas plásticos araranguaenses, que eu não conhecia, e agora tenho a honra de poder expor com eles nesta bela vitrine", comemora Willian, que trabalha telas coloridas e monocráticas em aquarela, apresenta nove telas na exposição do shopping e que começou a pintar após passar por um ano em depressão: "Descobri na pintura uma saída, e nos olhos de quem gosta de minhas telas, um incentivo", afirma o artista, que após a exposição no Shopping de Araranguá, viu as portas abertas para expor em centros como Porto Alegre, RS e Curitiba, PR.

Andando na contramão da família - que não possui, além dele, nenhum artista - e alternando os momentos de inspiração nos desenhos realistas e perfeitos feitos em grafite com o trabalho de instalações elétricas prediais que ele desenvolve na empresa do irmão, Juliano já estava desistindo do sonho de mostrar a todos seus desenhos realistas e autodidata. Em cada trabalho em preto e branco, há detalhes tão impressionantes que encantam até os menos sensíveis para a arte. Foi o encontro com a diretora de Cultura, Micheline que estimulou Juliano a retomar seu trabalho artístico, que vem sendo muito apreciado, junto com os trabalhos de outros artistas araranguaenses. Para Juliano, que posta seus trabalhos no instagram (@juliano.ferreira_arte), e que realiza retratos por encomenda - um presente original e ao mesmo tempo, uma obra de arte - a oportunidade aberta representa a retomada dos trabalhos, e a esperança de todo o artista, inclusive Milton Nascimento: estar onde o povo está.