Desde as primeiras horas desta segunda-feira, (23/11), a população que precisar do Serviço Móvel de Urgência (Samu) e acionar o telefone 192 vai encontrar ao invés de socorro, vai ouvir do atendente a mensagem de que o serviço não está sendo realizado pela ausência da ambulância que faz o transporte dos pacientes socorridos em Araranguá. O único veículo que atende também outros municípios a região, teve falhas mecânicas e precisou ser rebocado.

A dona de casa Maria Pires Mota, moradora de Araranguá, foi surpreendida pelo problema ao ligar para o 192 quando tentou socorrer um vizinho que passava mal. "Falei que a pessoa estava desmaiada, que já tinha quatro AVC's. A menina me disse que o Samu não estava funcionando naquele dia. Eles não ofereceram nenhum outro tipo de ajuda. Só pediram para eu levar o mais rápido possível para um hospital", desabafou ela.

Conforme informações dos leitores, esta é terceira vez em um período de seis meses que o único carro que presta atendimento de urgência na Cidade apresenta problemas. De acordo com a administração do Samu em Criciúma, ainda não há previsão de quando o veículo vai voltar a funcionar. Ainda de acordo com eles, a ambulância será substituída, mas também não há previsão de quando isso vai ocorrer, pois depende da disponibilidade em Florianópolis.